«

»

Broncoespasmo

Na medicina, entende-se por broncoespasmo ao estreitamento da luz bronquial como consequência da contração da musculatura dos brônquios, o que causa dificuldades pararespirar. Pode ser definido também, como uma constrição reversível de vias aéreas pequenas. O broncoespasmo pode ocorrer por vários tipos de problemas nos brônquios e o caso da nossa querida Estelita foi o tabaco!

Uma das principais medidas preventivas a serem tomadas é não fumar. O médico pode oferecer ao seu paciente auxílio neste sentido, podendo indicar medicações auxiliares. A reposição de nicotina por gomas, adesivos ou outros recursos podem ser utilizados. Também pode ser indicado o uso de bupropiona, um medicamento que tem o efeito de diminuir os sintomas de abstinência ao fumo.

Entre as outras causas do Broncoespasmo estão:

  • Inflamação do Brônquio

Normalmente os brônquios veiculam uma quantidade fixa de ar ao pulmão. Entretanto, quando se há inflamação da mucosa bronquial fica mais estreita a passagem. Esta inflamação faz com que os músculos do brônquio se contraiam, o que causa o broncoespasmo e aguça o estreitamento bronquial. Isso leva a uma menor quantidade de ar que chega aos alvéolos e ativa o mecanismo de defesa do organismo: o aumento da frequência respiratória, também chamada de taquipnéia, que pode ser acompanhada de tosse.

  • Broncoespasmo Induzido Por Exercício

O broncoespasmo induzido por exercício é uma das formas mais conhecidas. Consiste na apresentação do broncoespasmo quando se realiza uma atividade física moderada ou intensa, causando uma redução do volume respiratório e, portanto, diminuição da capacidade de resistência.

  • Broncoespasmo Paradóxico

Também existe um tipo de broncoespasmo produzido por um bronco-dilatador simpaticomimético. Isso se deve a reações contrárias às normalmente produzidas por um bronco-dilatador, causando a constrição ou obstrução das vias respiratórias imediatamente depois de ter sido tratado por ele.

Quadros leves de Broncoespasmo

Quando trata-se de quadros leves e moderados, se empregam os seguintes tratamentos.
Bronco-dilatadores de alívio rápido: Podem ser usados alguns como salbutamol, albuterol, salmeterol, pirbuterol, terbutalina que são administrados por nebulização ou aerossol (medicamento já usado por Estelita há alguns anos)

  • Estabilizadores dos mastocitos: Nedocromil sódico ou cromolina sódica.
  • Bronco-dilatadores de ação prolongada: Alguns deles são o formoterol ou salmeterol.
  • Antileucotreno: São conhecidos alguns como montelukast sódico ou zafirlukast.

Alguns destes medicamentos são tomados 15 a 30 minutos antes de realizar uma atividade física ou no momento que apresentar um quadro leve de broncoespasmo. Alguns deles tem uma ação de proteção de até 24 horas de duração. Entretanto, os outros bronco-diltadores só apresentam uma ação que vai de 3 a 6 horas.

Quando são feitos exercícios, é importante o uso de alguns bronco-dilatadores de alívio rápido para diminuir os sintomas. Também se recomenda evitar fazer exercícios ou atividades, particularmente em pessoas com algum tipo de alergia ou asma crônica, em condições onde a temperatura seja extremamente fria ou haja altos níveis de pólen.

Algumas vezes, para prevenir esses quadros leves, se empregam medicamentos preventivos. Vários dos mencionados acima são medicamentos preventivos. Também, podem ser realizados esses tratamentos preventivos, mediante o uso de corticóides inalados. Diminuindo efetivamente dessa maneira, a severidade, assim como a recorrência dos broncoespasmos.

Quadros severos ou muito prolongados de Broncoespasmo

Quando aparece esse tipo de quadros o tratamento empregado é à base de bronco-dilatadores e corticóides. Estes são administrados via oral ou intravenosa. Normalmente, logo após apresentar um quadro severo, são aplicados tratamentos preventivos para assim evitar broncoespasmos frequêntes.

Como já haviamos falado acima, a nossa querida Estelita já vivia passando por um tratamento à base de bronco-dilatadore para combater uma Asma leve, porém utilizava o mesmo associado ao tabagismo. Além do vício, é certo que o uso prolongado desse medicamento prejudica o funcionamento dos bronquios à longo prazo, causando o que aconteceu com ela.

19 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Ademilda

    Minha cunhada comecou consando e falta de ar foi para emergência do Posto de Saúde o medico disse que era broncoespasmo e tomou nebolização de 20 minutos, passou um remédio mas continuou a falta de ar, e foi para emergência do hospital HGC.Ficou só dois dias e veio a OBITO.O que pode ter acontecido com ela?

    1. Família

      Ademilda, boa noite, tudo bem? Desculpe a demora em responder, na verdade o tratamento de minha mãe tem tomado muito tempo de nossas vidas e com muita fé estamos vencendo juntos. Creio que o que ocorreu com sua cunhada pode ter sido até mesmo negligência por parte médica, porem do alto de minha sabedoria nula na area, prefiro nao arriscar um palpite muito alto.
      Quando descobri o que tinha ocorrido com a minha mãe eu procurei sobre o assunto em todos os lugares possíveis e imagináveis para compreender porque ela estava desacordada em um leito de UTI, à beira da morte.
      Muitos médicos afirmam que o broncoespasmo, sendo o fechamento de todas as vias respiratórias é algo muito bruto e agressivo, por isso muitas vítimas não tem salvação, é preciso detectar com muita rapidez. Minha mãe teve a sorte de o médico da emergência do hospital da Beneficência Portuguesa aqui de Campinas ter atendido uma mulher na semana anterior ao ocorrido com minha mãe e esta mulher tinha broncoespasmo. Creio que isso foi muito importante na salvação da vida da minha Estelita, pois ele viu em minha mãe os mesmos sintomas de um diagnóstico recente descoberto por ele.
      Sendo um médico jovem, ainda sim ele agiu muito rapidamente, e salvou a vida dela, e a vida de toda a família ao mesmo tempo.
      Já procurei por este médico e o agradeci com muito fervor. O nome dele é Anthon Philip.
      Ademilda, desejo força e fé a você e toda sua família! Sua história é muito importante para mostrar os resultados do tabagismo. Persista em levar a mais pessoas ajudando sempre. Beijos e boa sorte!

  2. Renata

    bom dia o medico me falou que eu estou com proncoespasmo, isso tem cura?

    1. Família

      Olá Renata! O broncoespasmos não é uma doença, e sim um sintoma sério de outro problema maior… Você é fumante, sofre de asma ou alguma alergia respiratória??

  3. gislaine romeiro

    meu filho teve ele só tinha 6 meses , foi muito dificil, ele ficou enternado durante 10 dias, olha foram ao 10dias mais difices da minha vida,nunca mais quero passar por isso de novo na minha vida .Mas hoje ele esta bem graças a Deus

    1. Família

      Gislaine que bom que seu filho está bem!!
      O broncoespasmo é comum em asmáticos, ele é??
      Obrigada por falar com a gente!

  4. Katia Salles

    Ola na sexta feira da paixão minha mãe teve uma crize de bronco espasmo que ela ja vinha com dificuldade para respirar desda quinta feira mais nos penssando que era sintomas de gripe mais na sexta corremos para um ama onde graças a Deus o médico foi rapido atendendo e a medicando com rapides onde o quadro dela não obteve melhoras daii ele ja pedio a ambulancia levou ela rapidamente para o Hospital Geral de Cachoerinha que ja entrou na emergencia ela ja desacordada onde não viu nada ficou internada durante a sexta , sabado e no domingo teve alta atarde tomou todos os medicamentos durante os dias corretos teve uma melhora ótima graças a Deus e aos médicos que atendeu ela nunca mais espero passa por isto não desejo isto para ninguem mais ela como tem o vicio do cigarro infelismente esta fumando poucos cigarros mais esta fico triste por isto gostaria de saber se ela tem risto de ter outra crise novamente??????
    Obrigada sem mais .

  5. Josmael

    Estou com minha internada com bronquioespamos a 4 dias e não vejo muita melhora, até chegando a piorar. Enquanto uns falam em no mínimo umacsemana, outros falam em doiscdias. Todos membros da equipe medica. Contratei um pneumo, ele me deu esperanças de algo rápido, mas não vi essacmelhora mesmo depois de começar tomar alenta. É assim mesmo lento? Elaborem 67 anos e teve tuberculose com 24 anos. Podecser algo mais? Infecção ? Ou outra coisa?

  6. Ellaine

    Meu filho tem 09 anos. É uma criança super saudável (até aparecer esse problema – broncoespasmo). Há alguns meses atrás estávamos na casa de uma amiga e ele junto a outras crianças corriam em um terreno onde haviam feito uma queimada. No chão pareci que haviam cinzas e ao correrem levantarem e os mesmos respiraram. Nesse dia meu filho passou muito mal. Como nunca havia demonstrado um quadro parecido, ficamos muito preocupados. Deixamos ele ficar mais calmo e demos leite. Não tendo melhora no quadro, levamos ele direto a um hospital. O médico que nos atendeu disse que o quadro era grave e devíamos ter levado ele urgentemente. Ele ficou internado por 3 dias. Graças a Deus e a Nossa Senhora acredito que mesmo com nossa ignorância ao caso, tivemos uma reação rápida. Desde então, ele não pode se esforçar em algum exercício, correr… No entanto, nesses dias frios ele já teve essa falta de ar quase que diariamente sem qualquer esforço físico (estamos fazendo nebulização com Berotec). A nebulização melhora mais estamos muito preocupados e gostaríamos de fazer um tratamento para ele melhorar de vez (ele adora jogar futebol). Levamos a um pediatra e o mesmo disse que não era nada de mais. Gostaria de saber se existe alguma especialidade médica que possa nos orientar a respeito. Estamos muito apreensivos e sempre nos preocupando quando possa dar a próxima crise (temos que estar perto de hospitais, com nebulizador…). Aguardo alguma orientação. Obrigada!!!

    1. Família

      Olá Ellaine! Sugiro que você procure um pneumologista… ele pode também estar tendo crises fortes de alguma alergia respiratória!

  7. juliana toniato

    ola meu filho ficou com uma tosse por 15 dias tomou bombinha de aerolim e clenil e antibiotico amoxilina e o xarope abrilar mais ja tem um mes e continua tossindo com uma tosse cansada

    1. Família

      Olá Juliana! Sugiro que você procure um pneumologista…

  8. Edinaldo Batista dos Santos Filho

    Boa tarde gostaria de saber se o broncoespasmo tem cura em casos leve desde que não fumo com frequência e bebo só aos finais de semana estou disposto para fazer oque for para me livrar desse mau
    Ficarei muito grato se respondido

    1. Edinaldo Batista dos Santos Filho

      aguardo resposta

    2. Família

      Olá Edinaldo! O broncoespasmos não é uma doença, e sim um sintoma sério de fumantes que sofrem de asma ou alguma alergia respiratória…

      Desista do cigarro!! Se você já sofre com isso, é porque seu caso está avançado…

  9. mario sergio da silva

    OLA, noite meu nome é mario sergio estou com meu pai internado na area vermelha de um ps, apos uma crise severa de broncoespasmo, ele ja faz tratamento a dois anos, hoje ele se encontra sedado e entubado
    com um começo de pneumonia, estou muito preocupado e gostaria de saber sobre os procedimentos
    medicos a serem tomados e tempo de recuperação.

    1. Família

      Olá Mario Sérgio! O tempo de recuperação varia muito de caso para caso, mas a posição da família dando apoio em tudo e a força de vontade do paciente faz toda a diferença…

      Quanto aos procedimentos, caso seu pai não “desmame” rápido, exija que seja feita uma traqueostomia! A entubação pode causar complicações (a traqueia relaxa e se molda ao tubo, levando em muitos casos ao óbito). Com a traqueostomia, seu pai pode se livrar dos sedativos… mas a pneumonia é uma infeliz fase das internações, principalmente porque seu pai está com a imunidade baixa e exposto à muitas bactérias!

  10. DALILA NUNES MANOEL

    HA UM ANO ATRAS,VENHO SOFRENDO COM UMA TOSSE Q MÉDICO NENHUM,ME DA UM DIAGNÓSTICO CORRETO,CADA UMDIZ UMA COISA E ÉSSA TOSSE NUNCA SARA,AGORA DEPOIS DE UM ANO,ME DISSERAM QUE ESTOU COM BRONCOESPASMO,TO SOFRENDO MTO…MTA TOSSE,GOSTARIA QUE ME DESSEM UMA LUZ,PRA QUE EU MELHORE PELO AMOR DE DEUS…Ñ ESTOU AGUENTANDO MAIS E TENHO 60 ANOS,,,AGUARDO RESPOSTA….O MEU PROBLEMA É (BRONCOESPASMORECIDIVANTE)

    1. Família

      Olá Dalila! Você procurou um pneumologista? Caso seja mesmo broncoespasmo, ele poderá te diagnosticar de forma mais precisa…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *